Em janeiro, o Dinis ficou doente, com princípio de bronquiolite. Ainda estava a recuperar da varicela quando lhe acontece isto. Foi em vésperas de irmos de fim de semana para Coimbra. Já tinhamos adiado o fim de semana uma vez, e o hotel tinha “excepcionalmente autorizado” 😠 e não queriamos nada ter de adiar uma segunda vez. Claro que se chegasse a esse ponto, assim seria, e perderíamos a reserva. Paciência. Podem ler mais sobre esse fim de semana clicando na imagem.

No entanto, tudo correu pelo melhor e quando fomos para Coimbra, o Dinis já estava recuperado, apenas com uma ranhoca esporádica 😀

No hospital recomendaram-nos o uso da câmara expansora, por ser mais rápido e eficaz. Liguei ao pai, e ele foi logo comprar uma.

Pela primeira vez utilizamos uma câmara expansora em vez do nebulizador. Não conheciamos a câmara expansora, pouco ou nada sabíamos sobre a mesma, mas a médica nas urgências do Hospital de Gaia recomendou-a, por ser mais rápida e eficiente. Ora bem, resolvêmos experimentar.

Estes são os nossos.

A NOSSA OPINIÃO

Apenas utilizamos a câmara expansora uma única vez (o que é excelente e espero que se mantenha assim durante muito mais tempo!), mas foi uma experiência positiva, até porque acabámos por a levar conosco para o fim de semana em Coimbra, e sendo pequena, é muito mais prática de transportar.

Claro que a adaptação foi difícil. Não basta colocar a máscara na cara da criança e disparar o Ventilan. É preciso aguardar e manter a máscara no sítio para o medicamento não sair. A médica disse-nos para contarmos até 10 entre os pufs e foi o que fizemos, mas apesar de ser rápido, ou mais rápido do que o nebulizador, o Dinis não gostou nada. Ele já está cansado destas máscaras. Quando estivemos no hospital, ele fez duas nebulizações a muito custo. Por isso voltar a pôr uma máscara no rosto foi um sacrifício. Claro que depois ele apercebeu-se que não custava nada, que era mais rápido, o que tornou todo o processo mais rápido.

Se recomendamos a compra da câmara expansora? Sim, recomendamos, até porque são comparticipadas (a nossa não, até porque só soubemos disto após a compra da nossa e na farmácia não nos disseram nada 😐). Mas, existem desvantagens também no uso da câmara expansora. São estas:

VANTAGENS E DESVANTAGENS

CÂMARA EXPANSORA NEBULIZADOR
PREÇO Mais barata, custa um terço dos nebulizadores Mais caro
Preços variam entre os 12,50€ e os 40€ Preços variam entre os 30€ e os 100€
EFICÁCIA Mais eficaz na administração dos medicamentos Administração de determinados medicamentos, que apenas devem ser administrados usando sistemas de nebulização
Em caso de agravamento de problemas respiratórios, permitindo uma estabilização mais rápida do doente
Quando os doentes não colaboram ou não conseguem utilizar outros dispositivos inalatórios.
TEMPO Menos tempo, cerca de 1 minuto é o suficiente Demora cerca de 20 a 30 minutos
TAMANHO Mais pequena, mais prática, pode ser levada no saco do bebé / criança
OUTROS Apenas pode ser uilizada com medicação, como o Ventilan Mais vantajoso para tornar as secreções mais liquidas, administrando apenas o soro fisiológicco, sem necessidade de se usar medicação
Exige algum treino e prática para evitar os sguintes erros:
Atraso entre a ativação do inalador e a inalação (não deve ser superior a 2 segundos);
Máscara facial mal adaptada (não cobrindo a boca e o nariz) ou de tamanho inadequado, permitindo fugas de medicamento;
Administrar em crianças enquanto choram (uma forma de evitar a situação é administrar enquanto elas estão a dormir).
Carregamento de múltiplas doses de medicação na câmara expansora antes da inalação (deve pressionar uma vez o inalador e fazer a inalação; se for necessária outra dose, espere 30-60 segundos e repita o procedimento).

Para mais informações, contactem o vosso pediatra / médico de família, ou acedam aos seguintes sites:

Farmácias Portuguesas

Pediatria para Todos

 

O melhor elogio que poderei receber é partilharem e fazerem like no meu artigo. Vá lá! Elogiem-me!
error0
Tweet 20
fb-share-icon20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *