Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/customer/www/maereal.pt/public_html/wp-content/plugins/convertkit/lib/class-convertkit-api.php on line 1315

Fevereiro é o mês do Amor, do Afeto, seja ele entre um homem e mulher, mulher e mulher, homem e homem, pais e filhos, avós e netos, amigos… Este é o mês que nos leva a viver o Amor de forma diferente.

Este ano resolvi dedicar-me a sério ao mês do Amor e do Afeto. Penso que se deve ao fato de estarmos novamente confinados, a viver um déjà vus.

Decidi aplicar-me este ano e proporcionar um Dia dos Namorados especial para os 3 homens da minha vida. Temos estado a trabalhar na decoração, na ementa e até comprei loiça nova. Podem ler tudo sobre isso aqui ⬇️

 

Post relacionados:

 

QUANDO UMA RELAÇÃO ESTAGNA

Quando estamos juntos com uma pessoa tanto tempo, é normal que a relação entre num período de estagnação. Estamos tão comprometidos com a nossa vida profissional e familiar, que muitas vezes esquecemo-nos da nossa cara metade, da nossa vida a dois. Os dias vão passando. Os anos vão passando. E um dia os filhos saem de casa e temos receio de viver sozinhos com o nosso companheiro, pois não sabemos como o fazer. Não conhecemos o nosso companheiro, como também não nos conhecemos a nós próprias, pois estivemos tanto tempo a viver o papel de mãe.

Devem estar a pensar: “Mas o que é que ela sabe sobre isso? Até parece que os filhos já saíram de casa.” Claro que não. Mas isto foi algo que fiquei a pensar quando vi pela primeira vez o filme “Como Despachar um Encalhado” (Failure to Launch). Sue, personagem interpretada por Kathy Bates diz ao filho que tem medo de ficar com sozinha com o pai porque tem medo que ele não goste dela. E isto fez-me realmente pensar.

Quando namoramos, dedicamo-nos a essa pessoa. Mesmo com os nossos amigos, família e trabalho, arranjamos sempre tempo para estarmos com o nosso interesse amoroso.  E quando percebemos que aquele é o TAL, então fazemos de tudo para o englobarmos nas reuniões familiares e de amigos Simplesmente queremos estar com aquela pessoa.

Mas depois vêm as responsabilidades, as contas para pagar, os filhos. E isso faz com que comecemos a ver a vida de forma diferente.

Não temos tempo para nada, quanto mais para namorar.

Vivemos a vida a correr, a ansiar pelo fim de semana ou pelas férias para fugirmos à rotina diária.

Fazemos amor uma vez por mês, porque até o corpo tem necessidades, mas o dia seguinte voltamos à mesma relação de sempre, com um olá, bom trabalho e até logo.

Sabemos que algo está mal, mas estamos sempre à espera que seja o outro a dar o primeiro passo, que seja o outro a dar amor, afeto e carinho, por palavras, gestos, algo que diga “Tu completas-me!” (Jerry Maguire)

Mas o outro não dá esse passo.

E então a relação estagna.

Parece-vos familiar?

COMO MOSTRAR AFETO NUMA RELAÇÃO

Então como mostrar afeto numa relação? Como trazer de volta a magia na relação?

Eu já partilhei convosco dicas para trazerem o romance de volta a uma relação, sem culparem os vossos filhos pela falta do mesmo.

Para criarmos romance a dois precisamos de ter uma Relação, de trabalharmos no Processo a dois, de Surpreendermo-nos mutuamente, a sermos Consistentes e dar Atenção um ao outro. – Mãe Real

Post relacionado:

 

10 DICAS

Estas 10 dicas que vou partilhar de seguida convosco, complementam as dicas de romance. Estas dicas são mais “físicas”

  • Dá-lhe um beijo, assim do nada, durante no mínimo 5 segundos.
  • Senta-te perto dele no sofá. O toque produz ocitocina, a hormona do amor.
  • Toma a iniciativa na cama. Acredita, eles gostam que sejamos nós a iniciar (estão cansados de ouvir Não).
  • Envia-lhe uma mensagem a dizer Amo-te ou Estou orgulhosa de ti (algo assim).
  • Faz-lhe uma massagem.
  • Compra-lhe um presente simples, como por exemplo o chocolate preferido dele.
  • Prepara-lhe uma espécie de caça ao tesouro e que o tesouro será uma noite a dois. Vai deixando bilhetes pela casa, na roupa, no carro, até chegar ao dia especial, e encontrem-se nesse tesouro (não te esqueças de ver quais os interesses dele para não se sentir desiludido (falo sobre isto em COMO CRIAR ROMANCE A DOIS)
  • Cumprimenta-o quando ele chegar a casa.
  • Escreve-lhe uma carta de amor.
  • Começa e termina o dia com um beijo.

AFETO NÃO É DIFÍCIL

Demonstrar afeto não é nem deve ser difícil. Deve ser algo natural entre um casal.

Da mesma forma que é fácil para nós abraçarmos e beijarmos os nossos filhos, também o deve ser com a nossa cara metade. Nós é que já nos esquecemos como o fazer.

Quando demonstramos afeto, sentimo-nos bem, importantes, reconhecidos.

Sei que por vezes sentimos que apenas nós fazemos algo pela nossa cara metade, somos só nós a demonstrar afeto. Mas é aí que devemos conversar com o nosso companheiro, fazê-lo perceber que sentimos falta do seu afeto, do seu carinho, de nos sentirmos importantes para ele.

A comunicação é a base de qualquer relação. E depois o resto é uma questão de querermos.

O melhor elogio que poderei receber é partilharem e fazerem like no meu artigo. Vá lá! Elogiem-me!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.