A tradição manda que as abóboras estejam sempre presentes no Halloween, seja como decoração ou como receita. Isto acontece porque a abóbora é colhida mais ou menos nesta altura, entre setembro e dezembro, por isso existe em grande quantidade, mas também está relacionado com uma tradição irlandesa que foi posteriormente levada para os Estados Unidos da América e como bem sabem, o Halloween está bem mais presente neste país do que noutro qualquer.

A ORIGEM DAS LANTERNAS – ABÓBORAS

De acordo com o site Britannica, a origem das lanternas esculpidas nas aboboras deriva de um mito irlandês sobre Stingy Jack, que enganou o diabo para seu próprio ganho monetário. Quando Jack morreu, Deus não permitiu que ele fosse para o céu, e o diabo não o deixou entrar no inferno, então Jack foi condenado a andar pela Terra por toda a eternidade. Na Irlanda, as pessoas começaram a esculpir rostos demoníacos nos nabos para espantar a alma errante de Jack. Quando os imigrantes irlandeses se mudaram para os EUA, começaram a esculpir lanternas de abóboras, já que elas eram nativas da região.

Mas como as lanternas de Jack se associaram ao Halloween? O Halloween é baseado no festival celta Samhain, uma celebração na Grã-Bretanha e Irlanda antigas que marcou o fim do verão e o começo do novo ano a 1 de novembro. Acreditava-se que durante o Samhain as almas daqueles que haviam morrido naquele ano viajaram para o outro mundo e que outras almas voltariam para visitar as suas casas.

No século VIII dC, a Igreja Católica Romana mudou o Dia de Todos os Santos, um dia que celebra os santos da igreja, para o 1 de novembro. Isso significou que a Noite de Todos os Santos caiu no dia 31 de outubro. As tradições de Samhain permaneceram a par das tradições da Igreja Catóica, tais como usar disfarces para se esconder das almas que vagueiam pela sua casa.

O folclore sobre Stingy Jack foi rapidamente incorporado no Halloween, e tem-se esculpido abóboras e nabos desde então.

PORQUÊ COMER ABÓBORA

A abóbora não serve apenas para ser transformada em lanterna ou para assustar as pessoas. Existem muitas receitas salgadas e doces para agradarem a todos os gostos.

De acordo com o site da Bonduelle, a abóbora é um vegetal com um teor energético muito baixo, aproximadamente 26 kcal/100g. O maior componente da abóbora é a água, que pode chegar a 92%.

OUTRAS CARACTERÍSTICAS:

Hidratos de carbono é moderado (3%) sendo notável seu teor de fibras solúveis. Contém 0,6% de proteínas, e quantidades inestimáveis de gordura.

Minerais: de seu teor mineral ressaltamos o potássio, por ser o que se encontra em maior proporção. Mas também citamos outros minerais com quantidades muito importantes, tanto como o pótassio, e que são vitais para o funcionamento do organismo: ferro, magnésio, cálcio, fósforo e zinco. Não só a abóbora contém minerais de grande importância, mas é quase imperceptível sua composição de sódio.

Vitaminas: como fornecimento de vitaminas, vamos encontrar quantidades significativa de todas, menos de vitamina B12, que só se encontra nos alimentos de origem animal. Destacaremos a vitamina C e A que são as que encontramos em maior proporção junto com a vitamina E , embora também encontramos quantidades notáveis de vitamina B1, B2, niacina, B6 e folatos.

BENEFÍCIOS EM COMER ABÓBORA

Anti-hipertensivo: a abóbora se destaca pelo seu alto teor de potássio e quase nulo de sódio. No tratamento de hipertenção, tão importante é a da redução de sódio, como uma ingestão suficiente de potássio. Portanto a abóbora será ideal para pessoas hipertensas, mas sempre e quando não adicionamos sal as preparações culinárias com abóbora.

Cardio-saudável: pela sua escasez de gordura e de sódio e pela quantidade elevada de beta-caroteno, a abóbora é um alimento adequado para doenças cardíacas coronárias e aterosclerosis, tanto na prevenção como no tratamento.

Diurético: a abóbora actua como um diurético suave, aumentando a produção de urina e facilitando a eliminação do líquido restante do organismo.

Protector de estómago: a polpa é capaz de neutralizar a acidez do estômago, portanto seu uso é recomendável para aquelas pessoas que padecem de acidez do estômago, dispepsia, azia, gastrite e úlcera-gastroduodenal.

Patologia ocular: a quantidade de beta-caroteno faz com que a a abóbora seja um dos alimentos mais usados em casos de diminuição de acuidade visual. Por outro lado, que seja rica em beta-caroteno e potássio ao mesmo tempo lhe é conferido uma propriedade característica, é a que evita a formação de cataratas.

Anticanceroso: Depois dos brotos, a abóbora é um alimento com maior poder anticanceroso apresenta. Esta acção deve-se ao seu alto teor de beta-caroteno, vitamina C e fibra solúvel.

SUGESTÕES

Só vantagens em comer abóbora!!!! Por isso, aqui ficam as minhas sugestões de receitas de sopa testadas cá em casa em que o ingrediente principal é a abóbora.

SOPA DE ABÓBORA

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 cebolas finamente picadas
  • 1kg de abóbora descascada, sem sementes e picada em pedaços
  • 700ml de caldo de legumes ou caldo de galinha
  • 150ml de natas
  • para os croutons:
    • 2 colheres de sopa de azeite
    • 4 fatias de pão integral com sementes, sem códea
    • sementes de abóbora qb

Preparação:

  1. Aqueça 2 colheres de sopa de azeite numa panela grande, de seguida, cozinhe delicadamente 2 cebolas picadas por 5 minutos, até ficarem macias, mas atenção para nã escurecerem muito;
  2. Adicione a abóbora e continue cozinhando por 8-10 minutos, mexendo ocasionalmente até que comece a amolecer e dourar;
  3. Despeje o caldo na panela e tempere com sal e pimenta. Deixe ferver e cozinhe por 10 minutos até que a abóbora esteja bem macia.
  4. Acrescente as natas e leve de volta à fervura e, em seguida, bata no liquidificador. Para uma consistência extra-aveludada.

A sopa pode agora ser congelada por até 2 meses.

Para fazer os croutons:

  1. Corte 4 fatias de pão integral com sementes em pequenos quadrados;
  2. Aqueça 2 colheres de sopa de azeite numa frigideira, em seguida, frite o pão até que ele comece a ficar crocante;
  3. Adicione sementes de abóbora e cozinhe por mais alguns minutos até que sejam torradas. Estes podem ser feitos um dia à frente e armazenados num recipiente hermético.

Fonte: Good Food Magazine

SOPA DE ABÓBORA ASSADA COM BACON E TOMILHO

Ingredientes:

  • 1,5 kd de abóbora menina, sem sementes e cortada ao meio
  • 120 gramas de toucinho defumado cortado em pedaços
  • 1 cebola branca pequena picada
  • 1 dente de alho picado
  • 1 colher de sopa de tomilho fresco picado
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavado claro
  • pimenta branca qb
  • canela em pó qb
  • noz-moscada moída na hora qb
  • pimenta caiena qb
  • 700ml de caldo de legumes
  • 200ml de natas
  • sal qb
  • sementes de abóbora torradas (opcional)

Preparação:

  1. Pré-aqueça o forno a 200º. Coloque azeite no interior das metades de abóbora e tempere cada uma com sal. Coloque as metades de abóbora com o lado cortado para baixo numa assadeira e leve ao forno por 30 minutos, ou até que o miolo da abóbora esteja macia. Retire do forno. Quando estiver frio o suficiente para usar, use uma colher para tirar a abóbora assada e reserve.
  2. Numa panela grande, refogue o bacon em fogo moderado, até ficar crocante por todos os lados. Retire o bacon para uma toalha de papel e reserve. Na gordura do bacon, adicione cebola, alho, tomilho, açúcar, pimenta, canela, noz-moscada e pimenta caiena e cozinhe por 3 minutos. Adicione a abóbora assada e o caldo, mexendo para incorporar, tempere com sal e leve a sopa para ferver. Reduza o fogo e cozinhe por 20 minutos. Junte as natas e deixe esfriar por 10 minutos.
  3. Transfira a sopa para um liquidificador e bata até ficar homogêneo. Se necessário, adicione mais água ou caldo para atingir a consistência desejada. Retorne a mistura para a panela e aqueça. Sirva e decore com sementes de abóbora assadas.

Fonte: Food and Wine

CREME DE ABÓBORA COM REQUEIJÃO

Ingredientes:

  • 1 alho francês
  • 100 g de cebola picada
  • 100 g de Vaqueiro com Azeite
  • 2 cenouras
  • 1 a 2 batatas
  • 800 g de abóbora
  • ± 1,3 l de água
  • 1 cubo de caldo de galinha
  • sal qb
  • pimenta de moinho qb
  • 1 requeijão de Seia

Preparação:

  1. Corte o alho francês em rodelas, lave em água corrente e leve ao lume numa panela com a cebola picada e a Vaqueiro com Azeite;
  2. Pele as cenouras, as batatas, corte tudo em pedaços pequenos e deite na panela;
  3. Tire a casca à abóbora, corte em cubos pequenos e junte aos restantes legumes;
  4. Tape e deixe estufar sobre lume muito brando durante cerca de 5 minutos;
  5. Regue com a água quente, junte o cubo de caldo de galinha e deixe cozer até os legumes estarem macios. Reduza a sopa a puré com a varinha;
  6. Esfarele o grosseiramente o requeijão e misture-o com a sopa.

Fonte: Vaqueiro


Ando a testar receitas de tartes cujo ingrediente principal é a abóbora. Assm que estiverem aprovadas, partilharei convosco, Mamãs!

 

O melhor elogio que poderei receber é partilharem e fazerem like no meu artigo. Vá lá! Elogiem-me!
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *