Cinema no Natal

Natal é sinónimo de cinema. Andamos meio ano à espera que saia aquele filme especial no Natal, para depois o desfrutarmos numa sala de cinema – isto para quem tem tempo, o que não é o meu caso, pois não me recordo sequer quando foi a última vez que fui ao cinema 🙁

Tenho pena de não puder ver todos os filmes que os 1500 canais de televisão oferecem. Mal as crianças entram de férias, começam as sessões de cinema à tarde, seja de filmes animados, seja de filmes não animados (sabem, aqueles com as pessoinhas….). Os fins de semana apresentam-se repletos de filmes, repetidos de outros anos, mas que mesmo assim, serão vistos por alguém que quer rever ou ver pela primeira vez.

A minha lista dos 5 melhores filmes de Natal é assim, cheia de filmes que já vi e revi milhentas vezes, mas que sempre que os vejo é como se os visse pela primeira vez.

Atenção, esta lista está um pouco aldrabada, e já irão perceber porquê 🙂

Top 5 dos melhores filmes de Natal

Sem qualquer ordem de importância ou interesse, aqui fica o meu Top 5 dos melhores filmes de Natal até à data.

  1. Amor Acontece (2003)
  2. Sozinho em casa 1 e 2 (1990 e 1992)
  3. (all) Harry Potter (2001-2011)
  4. O amor não tira férias (2006)
  5. SOS Fantasmas (1988)

Amor Acontece (2003)

Adoro o monólogo de introdução do filme. Arrepio-me sempre e quase sempre vêm-me as lágrimas aos olhos quando vejo este filme:

Whenever I get gloomy with the state of the world, I think about the arrivals gate at Heathrow Airport. General opinion’s starting to make out that we live in a world of hatred and greed, but I don’t see that. It seems to me that love is everywhere. Often it’s not particularly dignified or newsworthy, but it’s always there – fathers and sons, mothers and daughters, husbands and wives, boyfriends, girlfriends, old friends. When the planes hit the Twin Towers, as far as I know, none of the phone calls from the people on board were messages of hate or revenge – they were all messages of love. If you look for it, I’ve got a sneaky feeling you’ll find that love actually is all around. Love Actually, David

Este filme retrata várias histórias de amor de diferentes pessoas que não estão relacionadas entre si, mas que acabam por estar no final.

O novo primeiro-ministro do Reino Unido (interpretado por Hugh Grant), apaixona-se por uma funcionária do seu gabinete, Natalie (interpretada por Martine McCutcheon).

Um escritor (interpretado por Colin Firth) parte em viagem para o sul da França para acabar de escrever o seu livro e acaba por se apaixonar por Aurélia (interpretada pela portuguesa Lúcia Moniz), uma criada portuguesa que não fala inglês.

Karen (Emma Thompson) desconfia que Harry (Alan Rickman), o seu marido, está a trai-la com uma colega de trabalho – e tem razão!

Juliet (Keira Knightley), que se casou recentemente, é alvo do amor de Mark (Andrew Lincoln), o melhor amigo do seu marido, mas pensa que ele não gosta dela. Na verdade, ele agia de forma fria para se proteger 🙁

Sam (Thomas Sangster), cuja mãe acabou de falecer, é um miudo tímido que gosta da menina mais popular e bonita da escola (Olivia Olson), uma americana que vai viajar na véspera de natal – mas regressa!!!

Sarah (Laura Linney) finalmente tem a chance de sair com Karl (interpretado pelo brasileiro Rodrigo Santoro), por quem mantém uma paixão silenciosa, com medo de não ser correspondida. Mas infelizmente a coisa não corre bem 🙁

Billy Mack (Bill Nighy) procura retomar a sua carreira como estrela de rock, e lança a música “If you love Christmas”, que acaba por chegar ao top de singles vendidos.

Sozinho em casa 1 e 2 (1990 e 1992)

Este filme ainda me faz rir, apesar de o ter visto 550 mil vezes 🙂

A família McCallister vai passar o Natal em Paris. Na véspera de partirem, o Kevn tem uma briga com o seu irmão mais velho, Buzz, na qual resulta no Kevin ser mandado para o terceiro andar da casa de castigo, onde ele deseja que a sua família desapareça. Durante a noite, ventos fortes causam maus estragos nas linhas de energia, o que provoca uma queda de energia temporária e reinicia os despertadores, fazendo com que a família inteira adormeça e se desesperce. Na confusão e corrida para chegar ao aeroporto, Kevin é acidentalmente deixado para trás.

Kevin acorda e encontra a casa vazia e pensa que o seu desejo se tornou realidade. Os “Wet Bandits”, Harry e Marv, um par de assaltantes andam pelo bairro e tentam assaltar a casa de Kevin. Este consegue enganá-los, fazendo de conta que a familia está toda em casa, mas não por muito tempo. Os assaltantes planeiam assaltar a melhor casa do bairro.

A mãe do kevin descobre durante o voo que o Kevn não está com eles. COMO É POSSÍVEL??? E tenta voltar para casa. Lá cnsegue, mas acaba por chegar ao mesmo tempo que a restante família, no dia deNatal

Na véspera de Natal, Kevin prepara a casa toda com armadilhas pois sabe que os assaltantes vão assaltar a sua casa.

Coitados dos assaltantes!

Os assaltantes são atraidos par uma casa de um vizinho, e com a ajuda do velhote Marley, a polícia prende-os.

No segundo filme, a família do Kevin resolve passar o Natal na Flórida, e apesar desta vez o kevin ter realmente chegado ao aeroporto com eles, acaba por se separar da família, e enquanto a família vai para a Florda, o Kevin vai para Nova Iorque, com os cartões de crédito d pai 🙂

Os assaltantes do primeiro filme estão de volta e desta vez pretendem assaltar a loja de brinquedes do Sr. Duncan. Kevin não permite e atrai-o até a casa do tio quese encontra em obras. Monta novas armadilhas – coitados dos assaltantes! – e consegue pará-los.

Depois de descobrirem onde o Kevin se encontra – pois ele estava a usar os cartões de crédito do pai – a família viaja para Nova Iorque e mãe e filho encontram-se em frente à árvore e Natal de Rockefeller Center.

Harry Potter (2001 a 2011)

Bem, este não é propriamente um filme de Natal, mas tem cenas de Natal 🙂 E passa sempre n Natal 🙂

E quem vê um filme do Harry Potter, tem de ver todos. É uma maratona natalícia!

Harry Potter é uma criança de 11 anos e orfã. Vive com os tios – pessoas horríveis! – e descobre que é feiticeiro e que foi aceite na escola de magia de Hogwarts.

Harry Potter é muito famoso, mas ele não sabe. É a criança que sobreviveu a um ataque de Voldemort e o derrotou, em bebé!

Cada filme se passa num ano diferente, e conta a história de amor e ódio entre Harry e Voldemort. Um deles terá de morrer… E não é que morre mesmo?!

São 8 os filmes:

  1. Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)
  2. Harry Potter e a Câmara dos Segredos (2002)
  3. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (2004)
  4. Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005)
  5. Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007)
  6. Harry Potter e o Príncipe Misterioso (2009)
  7. Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 1 (2010)
  8. Harry Potter e os Talismãsda Morte: Parte 2 (2011)

O Amor não tira férias (2006)

Este filme deve ter a cena de choro mais longa a história do cinema. Não sei como Kate Winslet conseguiu, mas está de parabéns.

Iris (Kate Winslet) escreve uma coluna sobre casamento bastante conhecida no Daily Telegraph, de Londres. Ela está apaixonada por Jasper (Rufus Sewell), mas logo descobre que ele está prestes a casar-se com outra. Bem longe dali, em Los Angeles, está Amanda (Cameron Diaz), dona de uma próspera agência de publicidade especializada na produção de trailers de filmes. Após descobrir que o seu namorado, Ethan (Edward Burns), não tem sido fiel, Amanda encontra na internet um site especializado em intercâmbio de casas. Ela e Iris entram em contato e combinam a troca. Logo a mudança trará reflexos na vida amorosa de ambas, com Iris conhecendo Miles (Jack Black), um compositor de cinema, e Amanda se envolvendo com Graham (Jude Law), irmão de Iris.

SOS Fantasmas (1988)

Natal que é Natal tem de ter um filme baseado no Conto de Natal de Charles Dickens. Este é um dos meus preferidos.

Bill Murray interpreta Frank Cross, diretor de uma estação televisiva, uma pessoa fria, avarenta, calculista, que só pensa nas audiências.

Ele é visitado por 3 fantasmas – Passado, Presente e Futuro – como última hipótese de ele mudar de vida / de atitude, e se tornar uma pessoa melhor.

 

Estas são as minhas sugestões, mas a verdade é que são tantos os filmes que poderia falar aqui, que quando chegasse ao Natal, ainda estariam a ler este post. Por isso, espero que tenham gostado, e não se esqueçam de enviar sugestões para livia.gomes@maereal.pt

O melhor elogio que poderei receber é partilharem e fazerem like no meu artigo. Vá lá! Elogiem-me!
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *