Como de certo terão percebido pelo IG, fui recentemente a Munique, Alemanha, com o pai, a trabalho. Mesmo a trabalho, conseguimos tirar um tempinho para conhecer a cidade, visto que nunca lá tinhamos ido.

Ficámos muito impressionados e pela positiva. Achámos os muniquenses muito parecidos com os portugueses. Será pelo gosto pela cerveja??? Tão parecidos que o pai disse por diversas vezes que se tivesse de ir morar para lá, que se adaptaria rapidamente, desde que comesse em casa, porque em relação à comida, o caso é diferente.

Gastronomia

Se há algo que não costumamos fazer é provar a gastronomia nacional / regional quando viajamos por receio de algo correr mal e ficarmos doentes 🙂 Mas desta vez resolvemos experimentar o que era típico e tradicional. De certeza que a primeira imagem que vos vem à cabeça é a salsicha alemã. Sim, nós experimentamos a salsicha alemã, assim como a salada de couve branca avinagrada e os dumplings de batata.

E o que podemos dizer desta nossa experiência? Bem, para o pai a comida sabia toda ao mesmo. A verdade é que tem um sabor muito característico, avinagrado, ácido e doce ao mesmo tempo. A salada de couve branca era … … … nada ao nosso gosto. Muito avinagrada. Mas os alemães adoram aquilo e até vendem já pronta em supermercados e mercados de rua. Se quiserem experimentar, encontrei esta receita aqui no site The Oma Way, com receitas alemãs originais. Outra coisa que os alemães adoram, ou pelo menos os muniquenses, são os espargos brancos. Estão à venda por todo o lado. Nós na os provamos. Não pareciam nada apetitosos.

River surf

Em relação à cidade em si. Aquilo é lindo. Os edifícios estão bem preservados e são imponentes em altura e largura. Imensas igrejas, o que torna engraçado ouvir os sinos a tocarem quando bate a hora certa. Os espaços verdes estão muito bem cuidados e adivinhem, vimos pessoal a fazer surf num rio! Sim, num rio. Adultos e crianças. Incrível.

Spring Festival

Tivemos ainda a oportunidade de visitar o Festival da Primavera, considerado um mini Oktoberfest. bem, se aquilo é mini, então não consigo imaginar o que será o Oktoberfest.

 

E porque não sou blogger de viagens e acho que imagens valem mais do que palavras, aqui fica um pouquinho daquilo que vimos nesses 3 dias.

 

O melhor elogio que poderei receber é partilharem e fazerem like no meu artigo. Vá lá! Elogiem-me!
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *